Edmundo Pires

Edmundo Pires, natural de Mirandela, iniciou os seus estudos musicais na Escola Profissional de Arte desta cidade. Licenciado em Ensino da Música pela Universidade de Évora, na classe de violino do Professor Max Rabinovitsj, fez estágio pedagógico na Academia de Amadores de Música de Lisboa, sob a orientação do Professor Gareguin Aroutiounian. Estudou a nível particular com Valentin Stefanov.

Foi fundador do Quarteto de Cordas e concertino da Orquestra da Universidade de Évora. Em 2005 o Quarteto da Universidade de Évora foi seleccionado para participar numa master-class sob a orientação do famoso Quarteto Borodin, promovido pela Casa da Música no Porto. Convidado em 2009 a ingressar o Quarteto de Cordas de Aveiro, apresenta-se regularmente em concerto com esta formação, sendo de destacar o Festival de Outono Aveiro 2010, assim como os concertos com a soprano Isabel Alcobia.

Enquanto violinista colaborou com a Orquestra Filarmonia das Beiras, Camerata Ensemble da Guarda, Orquestra do Norte e Orquestra Gulbenkian. Foi violinista efectivo da Orquestra Filarmonia das Beiras entre os anos 2006 e 2012.

Como pedagogo foi convidado a orientar master-classes nos conservatórios Calouste Gulbenkian em Aveiro, Collegium Musicum em Seia, Escola Profissional da Jobra, Academia de Música de Vilar do Paraíso, Academia de Música de Perosinho e Curso de Música Silva Monteiro. À frente da Orquestra de Cordas do Conservatório regional de Música de Vila Real, alcançou com esta formação o 1º Prémio (na categoria de agrupamentos maiores) da III Mostra Musical Eixo Atlântico. Foi professor orientador dos Naipes de violinos no “Festival de Música Júnior – Montalegre”, em 2012 e 2016. Faz parte do elenco de professores da Orquestra Juvenil Luso-Alemã.

É membro do grupo “Mistério da Cultura” e da AMEP – Associação Música Esperança Portugal. Actualmente é professor de violino no Conservatório Regional de Música de Vila Real e Academia de Artes de Chaves.